01/10/2016

Pulo recebe Portuguesa em manhã de jogos emocionantes


As categorias de base do Pulo do Gato Futsal/SANASA entraram em quadra na manhã de sábado, 1º, para mais uma rodada do Estadual A1. Contra a Portuguesa, o Gato Campineiro venceu uma partida, empatou duas e perdeu outras duas.

Confira como foram os jogos.

Sub-10

O início de jogo foi equilibrado e com as equipes investindo nos chutes de longe para surpreender o adversário. Mesmo assim, o primeiro bom lance apareceu com troca de passes do Gato Campineiro que Pedrinho finalizou.

Aos três minutos, os adversários chegaram e, com erro de marcação gatense, abriram o placar.

Na saída de bola, Diogo mandou uma bomba e assustou o goleiro do time da capital.

Pouco depois, o Gato Campineiro tentou sair jogando, mas os adversários roubaram a bola e ampliaram sua vantagem.

O Pulo seguia na tentativa de trocar passes, mas não criou muitas chances de gol e o primeiro tempo terminou com 2x0 para os visitantes.

A segunda etapa foi muito truncada e sem oportunidades para ambos os times.

Restando três minutos, o Gato Campineiro passou a jogar com goleiro-linha. E a partir daí, o Pulo conseguiu tramar bons lances, mas errava nas finalizações. Com isso, o placar final foi mesmo de 2x0 para a Portuguesa.

Sub-12

O Gato Campineiro começou a partida com bom futsal. Com a marcação em cima, o time gatense pressionou a molecada da Lusa. Antes dos cinco minutos, Renan, que já havia criado duas oportunidades de gol, abriu o placar para o Pulo, com chute forte.

Em seguida, Nicolas arrancou a finalizou forte para boa defesa do goleiro da Portuguesa. Dois minutos depois, a pressão aurinegra aumentou e Nicolas não marcou por pouco.

Apesar do domínio gatense, aos 8, os visitantes aproveitaram erro na saída de bola e empataram. Bem no jogo, o Pulo não se abateu e quando a bola sobrou, Nicolas emendou de primeira, no ângulo, sem chances para o goleiro. Pulo 2x1.

Antes do intervalo, o Gato Campineiro ainda teve duas chances com Pedro e Marquinhos, mas o placar permaneceu o mesmo.

Na etapa complementar a partida seguiu com domínio aurinegro, e, atrás do placar, a Portuguesa saiu mais para o jogo.

No decorrer da partida, o Pulo criava chances com Pedro, Nicolas e Renan, mas pecava no último passe e nas finalizações. Os erros aurinegros custaram caro e a Lusa mais uma vez buscou o empate.

O 2x2 deixou o jogo emocionante e com as equipes definindo as jogadas de maneira mais rápida. Restando três minutos, a Portuguesa conseguiu a virada.

A partir daí, o Pulo foi ao ataque e finalizou quatro vezes com muito perigo. Sem balançar as redes, o Gato Campineiro acabou derrotado por 3x2, mesmo com o bom futsal apresentado na maior parte do jogo.

Sub-14

A partida começou equilibrada e com muito estudo entre as equipes. O primeiro bom lance foi do Pulo, em jogada individual de Mica, que terminou com a defesa do goleiro adversário.

O jogo seguiu equilibrado até que os visitantes conseguiram abrir o marcador depois de troca de passes. Em desvantagem, o Gato Campineiro lançou-se ao ataque e criou boas oportunidades, porém, sem sucesso.

A dois minutos do intervalo, a Portuguesa conseguiu marcar o segundo, em bola trabalhada na lateral. Fim de primeiro tempo.

Na segunda etapa, o aurinegro intensificou sua busca na igualdade do marcador. Logo com dois minutos, o goleiro Bigon bateu de longe e fez o primeiro. No lance seguinte, o arqueiro gatense evitou o gol da Lusa e deu moral para a equipe.

Com apenas um gol de diferença, o Pulo passou a jogar com goleiro-linha durante toda a segunda etapa. Em um lance bem trabalhado, Lukinha só não marcou porque cabeceou o fraco. Pouco depois, Mica bateu de longe e João Vitor não conseguiu aproveitar o rebote.

A pressão aurinegra encurralou os adversários, e em rápida troca de passes, Mica deixou Muraro sem goleiro. Ele deu o carrinho mas não marcou.

O jogo caminhava para seu final e o goleiro da Portuguesa se consagrava a cada novo ataque gatense. Porém, no último minuto, em excelente troca de passes, Muraro ficou novamente livre e, dessa vez, mandou para as redes. Fim de jogo, Pulo do Gato 2x2 Portuguesa.

Sub-16

O penúltimo jogo do dia teve seu primeiro tempo dominado pelas ações aurinegras. Sem dar oportunidades para a Portuguesa, o Pulo iniciou a partida em cima do adversário.

A primeira boa chegada foi de Vitinho. O goleiro defendeu. Na sequência, a Portuguesa foi ao ataque, Lucas tomou a bola, passou para André e ele serviu Luan Magalhães que marcou para o Pulo em uma bela jogada.

Com a vantagem, o Pulo teve tranquilidade para manter seu ritmo de jogo, mesmo assim, a Lusa não se intimidou e chegou a assustar em uma finalização bem defendida por Ryan e em outra na trave.

Já o Gato Campineiro contava com uma grande atuação de André, que bateu duas vezes com perigo e obrigou o goleiro adversário a trabalhar. Yuri e Renan também tiveram suas chances, mas o primeiro tempo terminou mesmo com 1x0.

A etapa complementar foi totalmente diferente. Apesar de logo no segundo minuto Yuri arrancar e passar para Lucas aumentar a vantagem aurinegra, a Portuguesa se propôs mais a jogar.

Dois minutos depois de tomar o gol, os visitantes diminuíram, e, na sequência, deixaram tudo igual.

A partir daí o jogo foi cheio de oportunidades para os dois lados. A cinco minutos do fim, em tiro-livre, Yuri deixou o Pulo novamente à frente do placar. Com isso, a Portuguesa utilizou o goleiro-linha e outra vez empatou.

Antes do término, André e Renan tiveram chances de dar a vitória para o Pulo, mas uma finalização foi para fora e a outra na trave. Fim de jogo, 3x3.

Sub-17

A última partida do dia foi marcada pelo equilíbrio. No primeiro tempo, enquanto a Portuguesa ficou mais tempo com a bola nos pés, o Pulo usou dos contragolpes para levar perigo aos adversários.

O primeiro bom lance foi do Pulo. Matheus roubou a bola e passou para Wesley puxar o contra-ataque. Ele bateu no segundo pau e André mandou para o gol. 1x0.

Foi aí que a Portuguesa aumentou seu volume de jogo e passou a pressionar o Pulo.

Aos nove, os visitantes conseguiram o empate, porém, o gol não foi o suficiente para desestabilizar a equipe aurinegra, que surpreendeu os adversários com outro contra-ataque. Kojima marcou dessa vez.

Até o término do primeiro tempo, André ainda teve a chance de fazer o terceiro, mas a Portuguesa teve forças para buscar o empate. 2x2.

Na segunda etapa, o Pulo voltou com a intenção de mostrar o motivo de estar entre as melhores equipes da competição. Logo com dois minutos, André tabelou com Thiago e fez o terceiro.

O bom posicionamento defensivo garantia ao Pulo mais uma vitória na competição. Aos 12, em mais um belo contra-ataque, Wesley serviu Gabriel que, de letra, marcou um golaço e deixou o Gato Campineiro com dois de vantagem.

A Lusa veio então com o goleiro-linha, mas logo nas primeiras trocas de passes, a marcação gatense funcionou. Antes do meio da quadra, Wesley bateu por cima e marcou o quinto.

Os visitantes continuaram com goleiro-linha e criaram algumas chances. Já o Pulo contava com o excelente desempenho do seu sistema defensivo e a bela partida do goleiro Altenir.

A menos de três minutos, Kojima recebeu de Thiago e mandou para as redes. 6x2. A Portuguesa ainda tentou criar outras oportunidades, mas o dia era mesmo do Gato Campineiro, que em mais uma rodada consolidou sua campanha entre os melhores da competição.

No próximo sábado, 8, a garotada do Pulo recebe o Internacional de Regatas, a partir das 9h, no Rogê Ferreira.

O Pulo do Gato Futsal/Sanasa conta com os patrocínios da Umbro, SANASA, Mundo Verde, CPN Engenharia, Cunzolo Locadora de Guindastes, GS+AD Arquitetura, CDE, e FIEC. Com o apoio das Faculdades Anhanguera Educacional, Academias Iron Company, Academia Golden Life e Academia Hammer Sports.

Informações e foto: Rafael Del Giudice/Agência Pulo